Tag Arquivos: adriana breier

Prev
Next

Atendimento e experiência deveriam ser foco dos empreendedores

Imagem site entre elas empreendedorismo feminino 16

Não é a primeira vez que abordo o tema experiência em meus artigos. Vou reforçar mais uma vez: nos próximos anos, a experiência de compra vai ser o principal motor competitivo dos negócios. Atendimento e relacionamento deveriam estar casados! Grandes mudanças no atendimento estão por vir e quem não acompanhar as demandas do consumidor 3.0, vai ficar de fora do mercado.

Conveniência e rapidez são algumas das esperas do consumidor, que não quer mais se esforçar para ser bem atendido. Na verdade, ele está aguardando receber as coisas de “mão beijada”, e isso é um grande diferencial para as empresas. Afinal, qual é o bem mais valioso das pessoas atualmente? O Tempo!

Valor, experiência de compra e atendimento são mais importantes que preço: especialmente no Brasil, quanto melhor o atendimento, mais chances de continuar competitivo! Expandir os canais de autoatendimento finalmente será percebido de que é uma demanda real e necessária. O autoatendimento no Brasil ainda não é majoritário entre as empresas, mas os consumidores brasileiros demandam isso mais do que podemos imaginar.

Marketing e relacionamento estarão cada vez mais compostos, conforme o consumidor 3.0 vai tendo cada vez mais poder de espalhar informações positivas e negativas sobre as empresas. Canais alternativos, como mídias sociais, chat, email e atendimento inteligente estão ficando mais populares e até mais efetivos.

Ao invés de pensar em interações pontuais com cada cliente, as empresas vão precisar pensar em toda a jornada de relacionamento, considerando os momentos antes, durante e depois da venda. Atendimento proativo vai ser o diferencial.

Essas “dicas” não são segredos trancados a sete chaves, nem novidade para ninguém, verdade. Porém, cada vez mais raros de encontrar nas empresas, porém o consumidor já tem esta necessidade bem clara no mercado.

EE-Colunista-Adriana-BreierEE-Colunistas-aviso-geral

23 mai 2017

Prev
Next

Você deve ser a primeira opção de seu cliente.

Seja presente, faça com que ele lembre de você no momento da compra, da necessidade.

                 Quem trabalha com vendas, quem empreende e está na luta há algum tempo, certamente já ouviu a frase: “Lugar de vendedor é na rua, no cliente! Se quer vender tem que ser lembrado, tem que estar na mente do comprador no momento que ele precisar fazer um compra”.

                O mundo mudou, o mercado mudou, as empresas aperfeiçoaram os processos, as estruturas ficaram mais enxutas e o tempo de resposta para tudo foi reduzido, fruto da evolução dos meios de comunicação, como as redes sociais. Portanto, o tempo que os clientes dedicavam a receber os vendedores, aquele cafezinho que o vendedor usava como causa para poder fazer uma visita, colher uma informação importante ou até mesmo se aproximar do cliente criando uma empatia, praticamente foi extinto, principalmente nos grandes centros.

                Mesmo com essa nova forma de se relacionar com o cliente mais à distância, mas ainda próxima e pessoal, a frase que iniciei o texto continua conexa. Ser a primeira opção continua sendo uma grande vantagem competitiva para o vendedor. Isso garante uma posição favorável em relação aos seu concorrentes, certamente, as chances de conseguir vender aumentam de forma muito expressiva.

                 As redes sociais são ferramentas que, quando bem usadas, aproxima as pessoas, seja no domínio pessoal como no campo profissional. A utilização de redes sociais para se relacionar com os clientes deve ser usada com muito bom senso e ética profissional, este é o maior desafio. As interações das grandes empresas com seus consumidores finais estão sendo feitas pelas redes sociais de forma exponencial e os resultados são extraordinários! Adicione seus clientes na conta do Facebook, Instagram e LinkedIn. Nem todos os clientes vão aceitar por entender que esse tipo de relacionamento é apenas para assuntos pessoais, mas aos poucos esse paradigma vai sendo quebrado e você terá a chance de interagir postando novidades da sua empresa, produtos e, por que não, também abordando aspectos pessoais como enviar felicitações aos aniversariantes, ou o simples fato de curtir a foto e dar um parabéns de comentário mostra que você dedicou alguns minutos e se importou com a pessoa. Parece que não, mas pense como você fica feliz quando no dia do seu aniversário vê centenas de mensagens. E lembre-se de deixar claro em seu perfil sua atuação profissional, para ser lembrado para a coisa certa!

                São várias possibilidades de interação que as redes sociais possibilitam, então use com moderação e profissionalismo, sempre. Se você conseguir usar essas novas ferramentas para ser presente com o seu cliente, pode ter certeza de que será lembrado assim que ele precisar comprar, mesmo não estando fisicamente.

EE-Colunista-Adriana-BreierEE-Colunistas-aviso-geral

08 mar 2016