Tag Arquivos: 2016

Prev
Next

Calendário 2016 Entre Elas + ilustras Nicky Silva

EntreElas-calendário

Quer ter um calendário 2016 mais que especial?

O Entre Elas desenvolveu em parceria com a ilustradora Nicky Silva, um calendário com o crescimento da mulher no decorrer de um ano, como o seu projeto, a sua ideia, seu planejamento, todos nascemos pequenos e ao decorrer do nosso crescimento erramos e aprendemos, amadurecemos e evoluímos!

Ficou curiosa?

Ele já está disponível para download. Para garantir o seu acesse aqui e escolha a rede que deseja compartilhar. O link para download do arquivo é liberado assim que você compartilhar.

Depois que imprimir, mande fotos para a gente ou use a #projetoentreelas

Acompanhe mais novidades em nosso Instagram @projetoentreelas

Bruna Bacin Rauber moda design entre elas

22 mar 2016

Prev
Next

O que esperar de 2016?

 

Sobrevivemos ao ano de 2015! O ano que tentou assustar os nossos bolsos passou, mas o que sobrou dele? Um novo ano para continuarmos trabalhando.

Em um texto anterior, falei sobre como enxergava o empreendedorismo na tal crise, que as oportunidades continuavam aparecendo e que deveríamos continuar correndo atrás. Ainda acredito nisso. Acho que os empreendedores serão o carro chefe dos negócios daqui para frente, só que precisarão aperfeiçoar algumas qualidades.

Quem decide pelo empreendedorismo sabe, ou acaba descobrindo depois, que terá de aprender muitas coisas fora de sua área de atuação. Assuntos como administração, comunicação, contabilidade, finanças e autoconhecimento são básicos para um negócio, e quem não sabe, aprende. Mas o que vem depois, que servirá para este ano é: negociação, inovação, criatividade e fidelidade.

A negociação, em tempos de crise, é fundamental. Hoje a concorrência de mercado é imensa, o cliente procura o melhor preço e sabe negociar, então cabe a nós negociarmos também. Faça um preço justo ao trabalho que irá entregar, e agregue valor a este trabalho.

A inovação não precisa ser algo nunca feito, pode ser algo que já existe, mas feito de um jeito novo. A criatividade acompanha a inovação, e a fidelidade entre cliente-empresa é o resultado de tudo isto.

O ano de 2016, para os negócios, continua estremecido, mas para quem souber realizar um bom trabalho, com as quatro palavrinhas escrita anteriormente, certamente, terá sobreviverá mais um ano.

EE-Colunista-Luana-Martins

EE-Colunistas-aviso-geral

09 mar 2016

Prev
Next

Em 2016 vamos dizer mais ‘nãos’?

 

Esta semana me deparei com um artigo que levava o seguinte nome: “Não é nada pessoal: estou dizendo não para todo mundo em 2016”. Claro que me chamou atenção e resolvi ler.

Em geral o artigo abordou sobre como um não pode virar um sim, sim para coisas melhores e boas da vida. De tanto sim errado, nós dizemos não para nossa saúde, verdadeiras vontades e acabamos num piloto automático, trabalhando muito e infeliz na maior parte do tempo. Porque eu sou dessas que acredita que a felicidade acontece, não somos felizes sempre, estamos felizes. E isto é normal, é bom, não precisamos buscar a tal felicidade a todo minuto, isto gera ansiedade, frustação…

Bem, sobre dizer mais não, depois de ler o artigo, eu refleti muito e acho que estamos numa era do SIM. Estamos tão na onda de aproveitar oportunidades, abraçar as possibilidades que nos aparecem, que o sim parece ser a saída, a solução, e até mesmo burrice em dizer o contrário.

“Um sim no tempo certo pode expandir nosso mundo de maneiras lindas e inesperadas.” Lena Dunham

O ser humano sente a necessidade de agradar os outros o tempo todo, principalmente nós mulheres, parece que precisamos ser mais doces, acolhedoras e consequentemente, dizer mais sim’s. Mulher geralmente abraça o mundo e carrega família, amigas, a casa, o trabalho e o que mais vier nas costas. Não é a toa que minha coluna dói tanto (risos).

E daí se fala tanto em crises, as pessoas estão cada vez menos autoconfiantes, e por isso a era do SIM domina. Temos medo de perder um contrato, pois a grana pode fazer falta, nos sacrificamos para dar conta de todo um expediente, agendamos reunião em horários de almoço, café da manhã, com a ideia de que é mais prático, mas NÃO, estamos sabotando nossa saúde, nosso bem-estar, o mais precioso dos bens, o tempo. Este que não volta, que passa rápido…

Claro, que uma reunião-almoço pode ser bem legal, proveitosa, mas a verdade é que tudo isso poderia esperar para o outro dia, no horário comercial, mas temos medo de perder oportunidades, acreditamos que não temos o direito de dizer não, principalmente quem é empreendedor. Pois como sabemos, empreender é uma montanha-russa, então vivemos na cultura de ter que aproveitar tudo que vier.

Ainda temos a vida social, não queremos desapontar os pais, amigos e familiares, então nos desdobramos para ajudar aqui, vamos no evento sem querer ali, lá…

E na verdade, nós podemos dizer NÃO, não vamos ser menos amados por isso. Nós queremos representar muitas vezes uma pessoa eficiente, então respondemos todos os emails no mesmo dia, mesmo que para isso ficamos no smartphone maior parte do tempo, queremos dar conta de todo serviço que aparece e assim por diante, para nos sentirmos confiável, respeitadas, legais.

E esta onde de sim’s nos gera stress, ansiedade, afeta nossa saúde e bem estar, nos coloca numa posição onde dizer não parece ser impossível.

Então em 2016 vamos dizer mais NÃO’S.

Não, eu não posso entregar isto na segunda.

Não, não conseguirei terminar no final de semana.

Não, eu não quero assistir este filme.

Não, adoraria ir no evento, mas minha semana está cheia.

Segundo praticantes do NÃO, depois de começar educadamente com um não, ele caba indo para todas as pontas da vida. Dizer um não, eu estou exausta, é bem aceito, pois é com honestidade. As pessoas compreendem o NÃO. E com os nãos, o SIM vai aparecer mais. Mas como falei lá no início, sim’s para o bem.

manu damasceno entre elas NH

EE-Colunistas-aviso-geralwww.instagram.com.br/projetoentreelas

 

02 fev 2016

Prev
Next

Realização, palavra de ordem para 2016.

slider

Uma das palavras de ordem para mim este ano é REALIZAÇÃO, quero tirar planos do papel e fazer de fato as coisas acontecerem. Mas para isso acontecer, sem que eu enlouqueça, é necessário que haja organização.

Organização do tempo, das tarefas e prioridades. Quero ser bem sucedida no trabalho, quero ser boa esposa e dona de casa, me sentir bonita e, sobretudo ser uma mãe presente para meu filho. Mas como fazer tudo isso?

Fiz uma pequena lista para facilitar este processo, confira:

  • Estabeleça uma agenda semanal, por exemplo: terça e quinta-feira atendimento externo, segunda-feira assuntos financeiros e administrativos, quarta-feira comercial e sexta-feira produção de conteúdo.
  • Faça lista de tarefas ou utilize aplicativos de gerenciamento de tarefas. Eu utilizo o Todoist, é ótimo.
  • Agende os contatos com os clientes, seja de prospecção ou pós venda;
  • Estabeleça horários de trabalho e atividades pessoais;
  • Amplie seu networking.
  • Agende todas as tarefas e coloque prazos que eu possa cumprir;
  • Evite a procrastinação.

 

Acredito que com esses itens eu consiga me organizar no trabalho, realizar meus objetivos e ao mesmo tempo relaxar e curtir minha família com maior qualidade. Pois realização para mim é isso: trabalho e vida pessoal andando juntos e em equilíbrio.

slider

EE-Colunista-12-Gabriele-Rech

EE-Colunistas-aviso-geral

25 jan 2016