Prev
Next

Mercado Entre Elas – 1ª edição em comemoração ao Dia das Mães

Capa-evento-mercado-EE-#1

 

Agora você terá a chance de dar um presente útil, diferente, lindo ou criativo para sua mãe, você escolhe!

Dia 25 de abril teremos o Mercado Entre Elas que, em sua primeira edição, será em comemoração ao Dia das Mães. O Mercado Entre Elas é um bazar de artesãs e artistas criativas e independentes (sem revendas e representantes), que ofereçam produtos ou serviços, com propósito de movimentar e incentivar o negócio local, desenvolvendo e apoiando a cultura empreendedora e as pessoas que amam o que fazem.

ENTRADA FRANCA e ABERTO AO PÚBLICO EM GERAL.

No Mercado Entre Elas teremos a realização de oficinas de arte com materiais expressivos para crianças de 2 à 12 anos de idade.

Mercado-EE-01-Oficinas-de-arte

Confira as atrações que teremos:

Mercado-EE-02

Convide a família, os amigos e os vizinhos e venha ter uma tarde agradável conhecendo o trabalho de empreendedoras locais e fazendo ótimas compras para o Dia das Mães!

E para quem deseja expor, ainda, dá tempo.

Mercado-EE-chamada-expositoras FB

Valor para exposição: apenas R$ 89,00
Quem quiser fazer prévia inscrição clique aqui: http://goo.gl/forms/3iNiwwrGdO

Conhece alguma artesã ou artista criativa, avise ela do nosso Mercado!
VAGAS LIMITADAS PARA EXPOSITORES!

********

ENTRADA FRANCA e ABERTO AO PÚBLICO EM GERAL.

Data: 25/04
Horário das 11h às 18h
Local: FTEC NH (Rua Silveira Martins, 780, Centro, Novo Hamburgo)

20 abr 2015

Prev
Next

Resiliência para Momento de Crise (ou não).

Muitas pessoas estão tão envolvidas no seu ambiente de trabalho e nas transformações que esse mundo provoca que nem conseguem parar para pensar em como agir ou reagir a algumas situações. A questão é que muitas apenas reagem, realmente, às circunstâncias. Outras ficam tão ébrias que se mortificam, sem conseguir “sair do lugar”.

Você já se sentiu preso ou remoendo alguma situação, sem conseguir tirar nada de produtivo dela?

Aqui é importante destacar que todas as pessoas conseguem desenvolver essa competência fundamental para os dias de hoje. Caso contrário, terão muitas dificuldades em se manterem em suas posições ou crescerem.

Estou falando da RESILIÊNCIA. Uma competência que algumas pessoas tem naturalmente, porém que todos tem a capacidade de desenvolver.

A resiliência nos faz resistir a situações adversas, havendo adaptação, superação e aprendizagem em situações estressantes ou traumáticas.

Uma das grandes dicas que dou sobre esse assunto é: melhore sua autoestima! Agora! Já! Essa é uma dica valiosa para aumentar a resiliência.

E como você pode fazer isso?

Você é líder em uma organização? É mãe? Administra o lar? Trabalha em alguma empresa e pensa em crescer?

Ou ainda não está no mercado de trabalho?

Acredite! Em qualquer estado laboral que estejamos é possível melhorar nossa autoestima e ser mais resiliente.

Vamos fazer um exercício para ajudar?

Convido você a pegar papel e caneta e listar suas realizações pessoais e profissionais (só para começar a melhorar o ânimo).

Vamos lá. Dê o primeiro passo!

Papel e caneta na mão e uma lista do que você já conquistou… pode ser material, espiritual, profissional, o que você imaginar que foi uma conquista, algo que você contribuiu para que acontecesse.

Liste tudo! Inclusive as pequenas coisas (porque podem ser pequenas pra você, mas ter ajudado grandemente outras pessoas).

Conseguiu? Como você está se sentindo agora? Provavelmente bem melhor do que quando começou a ler esse texto.

Sabe por quê? Dificilmente paramos para pensar no que realizamos de bom e nos prendemos no que não é tão bom assim, nos menosprezando. Valorize-se.

Viu só como conseguimos, em um simples exercício, aumentar nossa autoestima e sua autoconfiança – fator positivo que provêm da autoestima e que só melhora quando nos conhecemos!

Olhe para essa lista com amor e sempre que tiver um breve momento de crise lembre-se de seu poder realizador, respire, encare de frente e vença!!

Você já está trabalhando sua resiliência.

Tenho certeza que todas que estão lendo esse texto podem se tornar mais resilientes, ter mais clareza em momentos de crise e  despertar para sua plenitude.

Logo, logo vamos falar mais sobre Recursos Humanos, Desenvolvimento Humano e Plenitude.

 

Quer mais? Inscreva-se no curso “Resiliência: superando momentos de crise”, para se desenvolver cada vez mais e vencer.

EE-Colunista-Larissa-Moraes

20 abr 2015

Prev
Next

Mulheres X Dinheiro

Sabemos que nós, mulheres, estamos ocupando nosso espaço no mercado de trabalho e adquirindo cada vez mais cedo à independência financeira. Mas como lidamos com o dinheiro? Será que somos realmente tão consumistas como dizem por aí?

Ao invés de responder essas perguntas, criei um formulário rápido com algumas questões para pensarmos.

Acesse o link http://goo.gl/forms/HLDAkZ5keB e responda as questões propostas. É bem rapidinho e você não precisa se identificar.

No próximo artigo falaremos sobre o resultado e darei algumas dicas sobre como controlar nossas finanças!

Beijos e até a próxima!

EE-Colunista-12-Gabriele-Rech

17 abr 2015

Prev
Next

Começando pelo Começo do Design

postIComo começar a falar de design e suas mais variadas faces sem antes contextualizar o que significa essa palavra esquisita, que faz parte do nosso dia a dia, muito mais que imaginamos?

Segundo nosso amigo google/wikipedia, design significa idealização, criação, desenvolvimento, configuração, concepção de um projeto. Em uma cultura popular, o design é algo bonito, bem decorado, com cores atraentes, estiloso, algo moderno, entre outras definições diversas ligadas a estética.

Na minha vida, o design está presente a mais de 6 anos, no meu cotidiano, na minha profissão, no meu olhar e no ponto de vista. Certo, certo, o que eu posso afirmar é que eu amo ser designer e esse é um sentimento que perpetua em todos os profissionais dessa área (pelo menos os que conheço), pois sentimos orgulho de externar projetos e ideias, que muitas vezes fazem diferença no ambiente em se aplicam.

Falar de design é complexo, mas ao mesmo tempo objetivo, design é projeto, tem um método, se não tem projeto, não é design e apesar disso ele caminha em várias áreas e de várias maneiras.

Por isso, me comprometo, através desse canal, falar, opiniar, exemplificar e externar todas as possibilidades de aplicação do design e no fim, espero que possam compreender essa profissão e valorizar ainda mais esse profissional, que tem como foco em seu processo de criação, um grande diferencial: a empatia.

Abraços, Jenny Forell

EE-Colunista-11-Jennifer-Forrel

16 abr 2015

Prev
Next

Entre Elas no site do Jornal do Comércio

Entre-Elas-no-Jornal-do-Comércio-site-abr2015

13 abr 2015

Prev
Next

Jornal do Comércio fala sobre o Entre Elas edição Gramado na coluna De Sato Alto

Entre-Elas-no-Jornal-do-Comércio-abr2015

13 abr 2015

Prev
Next

Entre Elas no Jornal Gramado

Entre-Elas-no-Jornal-Gramado-abr2015

10 abr 2015

Prev
Next

Mulheres – vamos às compras?

A grande maioria das mulheres adora passear em shopping centers, lojas e supermercados. Mas quais são as principais diferenças dos sexos a serem consideradas pelos vendedores para conquistar essa cliente?

As diferenças já começam no cérebro de ambos os sexos, e têm efeitos profundos sobre o modo de absorver, processar e reter informações.

No livro: Porque as mulheres compram? As autoras explicam por que as mulheres vêem um  quadro mais amplo ao tomarem uma decisão de compra. Por exemplo, para as mulheres a embalagem, a música de fundo numa loja ou o jingle numa propaganda, a conexão emocional a uma mensagem publicitária, o atendimento,  todos os fatores do complexo processo de vendas  são  muito importantes para elas tomarem uma decisão na hora da compra.

No e-commerce é importante humanizar cada vez mais os sites de compras pela internet, personalizar e-mails, disponibilizar chats, números gratuitos e informações no site para compartilhar com outras pessoas podem atender as necessidades de relacionamento destas consumidoras. Pequenas alterações passam a sensação de um serviço além das máquinas e da tecnologia e as ajudam a estabelecer vínculos com outras pessoas.

Tudo que o comércio e as empresas puderem contribuir nesse sentido, será visto de uma forma muito valiosa para essa consumidora.

EE-Colunista-09-Larissa-Kummel

09 abr 2015

Prev
Next

Café Entre Elas – Primeira edição

Venha começar o dia da melhor forma possível: conhecendo, conversando, trocando ideias e fechando negócios com mulheres incríveis! 

Cafe-EE-01 FB (1)

Ingressos e informações: http://tinyurl.com/CafeEntreElas

 

 

 

08 abr 2015

Prev
Next

Entre Elas Na Sua Cidade – Edição Gramado

Para empreendedoras que apostam em negócios sem fronteiras!
EntreElas-2015-abril-gramado-NEWS-E-ONLINE

Inscrições e mais informações, acesse: http://tinyurl.com/EEgramado
Qualquer dúvida: contato@entreelasnh.com.br 

07 abr 2015